Grupo de Estudos Avançados em Saúde e Exercícios

Treinamento  >  Saúde, Dicas e outros

Exercícios aeróbios

Paulo Gentil

04/06/2002

***Os textos sobre exercícios aeróbios direcionam-se à prescrição indiscriminada e injustificada deste tipo de atividade, em nenhum momento pretendemos criticar os esportes que utilizam-se prioritariamente da via metabólica aeróbia, como corridas de fundo, triatlon, etc... estas atividades são extremamente nobres e valiosas e em nada tem a ver com o paradigma que estou combatendo (Paulo Gentil)***

Normalmente sugere-se atividades aeróbias para diminuir a ansiedade e melhorar o bem estar, mas, como eu escrevi em um artigo anterior (veja Aerobios e qualidade de vida), o bem-estar pós-exercício tem mais relação com a situação que com a característica aeróbia da atividade. Além disso, há o inevitável poder da sugestão: de tanto ouvirmos falar que determinada atividade nos trará bem-estar, acabamos por acreditar e, conseqüentemente, os resultados realmente ocorrem. 

Um grupo de pesquisadores do hospital canadense Laval, em Quebec, realizou uma pesquisa para verificar o efeito placebo nas condições psicológicas de indivíduos submetidos a um programa de exercícios. A amostra foi dividida em dois grupos: metade era levada a acreditar que o programa foi especialmente desenvolvido para melhorar sua condição psicológica de bem-estar, e o outro grupo não recebeu nenhuma intervenção neste sentido. Ao final do estudo, ambos os grupo obtiveram melhoras semelhantes nos parâmetros fisiológicos (capacidade aeróbia), porém somente o grupo sugestionado melhorou sua auto-estima e bem-estar.

Cuidado ao interpretamos esse estudo! Os resultados não significam que você deva abandonar os exercícios. Ou que os efeitos são pura ilusão. Essa pesquisa serve, mais do que tudo, para afirmar o poder que cada pessoa tem de mudar sua situação psicológica e sentir-se melhor, para isto só basta uma coisa: ACREDITAR. 

 

Referencia Bibliográfica


DESHARNAIS R, JOBIN J, COTE C, LEVESQUE L AND GODIN G. Aerobic exercise and the placebo effect: a controlled study. Psychosomatic Medicine, Vol 55, Issue 2 149-154.