Grupo de Estudos Avançados em Saúde e Exercícios

Treinamento  >  Emagrecimento

Aparelhos abdominais: para que servem?

Diógenes Alves

19/07/2002

É impressionante a quantidade de propagandas de aparelhos abdominais vistas em canais a cabo e programas de venda pela TV, todas prometendo redução da circunferência abdominal e corpo mais esbelto em poucas semanas. Como se apenas a execução de poucas repetições neste aparelho trouxesse tal resultado, sem a necessidade de um acompanhamento, de uma dieta nem de treinamento muscular e aeróbio. 

De diferentes formas, cada qual promete melhor e maior esforço dos músculos abdominais e menor atuação dos músculos auxiliares no movimento de flexão de tronco (sejam eles sinergistas, fixadores ou estabilizadores). Entretanto, um estudo realizado por Vaz et al (1999) na UFRGS com seis equipamentos diferentes vendidos comercialmente, comparou, através da eletromiografia, a ativação dos músculos abdominais supra-umbilical, infra-umbilical e oblíquo externo, e constou a mesma atividade elétrica, ou seja, a mesma intensidade nos grupos musculares usando ou näo aparelhos. Além disso também foi verificada a mesma ativação nos diferentes tipos de equipamentos, ou seja não existiu um melhor equipamento. 

Em estudo não publicado realizado na Universidade de Brasília (UnB), além de verificar este mesmo fato para os músculos abdominais com e sem o uso de aparelho, constatou a mesma intensidade no músculo esternocleidomastóide, um músculo da região do pescoço. Um fato já previsível, pois se um equipamento se propõe a intensificar um músculo alvo, sua biomecânica diminui a intensidade dos músculos auxiliares. Logo, se a intensidade do músculo alvo não é afetada, a biomecânica e a intensidade dos outros músculos também não é afetada. 

Muitos podem afirmar que estes equipamentos podem facilitar o ensino do movimento, entretanto, devemos ter em mente que a musculação deve ser o reflexo do dia a dia do aluno (principalmente quando temos como meta, ensinar uma habilidade motora). O que leva a um questionamento: quando realizamos uma flexão de tronco com uso de equipamento ou acessório, no nosso dia á dia?

A facilidade da manutenção de uma postura correta com o uso deste equipamento (como muitos podem afirmar) deve ser questionada, devemos lembrar antes, que a utilização de qualquer maquinário passa também por uma postura adequada que deve ser supervisionada por um professor de educação física capacitado. 

Somente o conforto, pode justificar a compra e o uso deste equipamento. Estes equipamentos não têm a função que você espera, caro leitor, se pretende utiliza-lo, näo deixe de realizar seu propósito, mas antes de compra-lo ou utiliza-lo, consulte seu professor de educação física, para que você não seja enganado, como tantos outros. 

"Há momentos em que silenciar é mentir" - Miguel de Unamuno.

 

Referências


Vaz, Marco Aurélio; Bercht, Vanessa; Trombini, Roberto S.; Costa, Marcelo da S; Guimarães, Antônio C.S. – Comparação da intensidade da atividade elétrica dos músculos reto abdominal e oblíquo externo em exercícios abdominais com e sem utilização de aparelhos. VIII Congresso Brasileiro de Biomecânica – 1999.